Topo
Blog do Gesner Oliveira

Blog do Gesner Oliveira

Categorias

Histórico

Sai efeito Bolsonaro, entra efeito Ciro na economia

Gesner Oliveira

11/09/2018 13h39

O mercado financeiro vai flutuar nas próximas semanas ao sabor das pesquisas eleitorais. Os resultados do Datafolha de ontem mataram o efeito Bolsonaro, que havia provocado uma elevação na Bolsa e uma queda no dólar.

Eleição é um processo dinâmico e complexo. O mercado é simplista e imediatista. Uma percepção momentânea pode afetar a cotação da Bolsa, isto é, o valor das empresas.

Bolsonaro chegou a ser cogitado como cavalo vencedor no primeiro turno. O último Datafolha o confirma no segundo turno, mas com chance próxima de zero de ganhar a eleição. No Campeonato Carioca, ele ganharia a Taça Guanabara, mas perderia o título.

A pesquisa também mostra quatro candidatos embolados em um segundo pelotão do famoso "empate técnico". Mas o que está por trás do empate técnico?

As pesquisas dão as intenções de voto em cada confronto, mas não dão uma informação importante – a probabilidade de vitória de cada um dos candidatos. É precisamente isto que o professsor do Instituto de Matemática e Estatística da USP Sergio Wechler calcula com exclusividade para a consultoria GO Associados.

Os números disponíveis hoje indicam uma probabilidade de 59% de Ciro ser o próximo presidente, contra 23% de Marina, 12% de Alckmin, 4% de Haddad e 2% de Bolsonaro.

É claro que tudo, ou quase tudo, pode mudar, especialmente com o lançamento de Haddad por Lula, agora como cabeça de chapa, e o tempo de televisão e rádio de Alckmin.

Mas, para o mercado, o que importa é o momento. Como Ciro Gomes tem propostas contrárias às reformas econômicas e ao ajuste fiscal, o preço do dólar deverá subir e a Bolsa, cair. É o efeito Ciro em ação.

Sobre o autor

Gesner Oliveira é ex-presidente da Sabesp (2006-10), ex-presidente do Cade (1996-2000) e ex-secretário de Acompanhamento Econômico no Ministério da Fazenda (1995) e ex-subsecretário de Política Econômica (1993-95). É doutor em Economia pela Universidade da Califórnia (Berkeley), sócio da GO Associados, professor de economia da FGV-SP e coordenador do grupo de Economia da Infraestrutura & Soluções Ambientais da FGV. Foi eleito o economista do ano de 2016 pela Ordem dos Economistas do Brasil (OEB).

Sobre o blog

Você entende o que está acontecendo agora na economia? E o impacto que a macroeconomia tem sobre sua vida? Quando o emprego voltará a crescer? Como a economia impacta sobre o meio ambiente? Vale a pena abrir uma franquia? Investir em ações da Petrobras? Este blog se propõe a responder a questões desse tipo de maneira didática, sem economês.